Clínica Michelangelo - Cirurgia plástica em Curitiba

Cirurgias

A Clínica

Localização

Chat Online

Michelangelo Clínica

Pálpebras

    Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebra melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. Proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta. A cirurgia da pálpebra superior, remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores; a pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão, também pode ser tratada neste procedimento. A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior, bolsas sob os olhos e corrige a queda das pálpebras inferiores. Não existe uma idade ideal ou mínima para realizar o procedimento, mas sim, uma oportunidade ideal que é determinada pela necessidade de corrigir o defeito apresentado.
    O cirurgião - após uma análise profunda – intervirá somente naqueles setores que possam ser beneficiados pela cirurgia, lembrando ao paciente que a cirurgia plástica das pálpebras retira apenas os excessos de pele e de gordura, procurando corrigir a flacidez muscular e melhorar o aspecto funcional e estético daquelas. Vale lembrar, ainda, que só a cirurgia das pálpebras, isoladamente, não proporciona um rejuvenescimento geral à face; isto implicaria em outras condutas associadas à blefaroplastia.

 

    A anestesia empregada pode ser local com sedação intravenosa ou geral, medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você. As linhas de incisão da cirurgia de pálpebra são planejadas para deixar as cicatrizes bem escondidas dentro das estruturas naturais da região das pálpebras. A queda da pálpebra superior pode ser corrigida através de uma incisão na prega da pálpebra superior, permitindo o reposicionamento dos depósitos de gordura, a contração dos músculos e dos tecidos, e/ou a remoção do excesso de pele. A pálpebra inferior pode ser corrigida com uma incisão logo abaixo da linha inferior do cílio. Através desta incisão, o excesso de pele nas pálpebras inferiores é removido. Uma incisão transconjuntival, ocultada dentro da pálpebra inferior, é uma técnica alternativa para corrigir imperfeições da pálpebra inferior e redistribuir ou remover o excesso de gordura. A sutura será realizada com um fio não absorvível, devendo este ser retirado, entre o 7º e o 10º dia de pós operatório. Os resultados da cirurgia de pálpebras irão aparecer gradualmente à medida que o inchaço e os hematomas diminuem.

                                                RECOMENDAÇÕES DE PÓS OPERATÓRIO


-A água do banho deverá ser fria para morna;

-Exercícios físicos de impacto estão proibidos por 30 dias, as caminhadas são permitidas; 

-Não tome banho de sol enquanto estiver com hematomas (roxos);

-Os micropores devem ser mantidos, secos com secador após o banho e retirados apenas no consultório em seu retorno;

-Dormir, ou descansar, com a cabeça e as costas ligeiramente elevadas, evitando posições laterais;

-Faça compressa gelada. Coloque em uma jarra quatro saquinhos de chá de camomila e pedras de gelo com água, coloque um saquinho em cada olho e altere com os outros dois da jarra a cada dez minutos, assim os saquinhos de chá estarão sempre gelados;

-Não aplique nas cicatrizes nenhuma pomada ou qualquer outro produto que não tenha sido recomendada pelo doutor;

-Hidratantes e óleos podem ser usados, desde que não entrem em contato com a com as cicatrizes;

-Sua alimentação deve ser rica em proteína e líquidos, principalmente água de coco, suco de limão e isotônicos.

Ficou com dúvidas ou quer saber mais sobre a Bléfaroplastia? Agende uma consulta!